Fomos ao Teatro!

Enquadrado na planificação anual, e para terminar da melhor maneira o ano 2023, proporcionámos a todas as crianças a experiência única de contacto com várias formas de Arte Cénica!

As turmas do 1.ºCEB Tires assistiram a uma fantástica aventura musical, baseada no conto de Benjamin Tabart, “João e o Pé de Feijão” com a peça «O Mundo Mágico de Jack» – “… fala de desejos e sonhos, saudades e medo. Aborda também questões sobre a importância da coragem e da determinação diante dos desafios na passagem da infância para a maturidade”. foi no Teatro Infantil de Lisboa / Teatro Armando Cortez – Casa do Artista. 30 de novembro de 2023 / 14h30

9 grupos dos 3 jardins de infância e as 4 turmas de 1.º CEB Outeiro, deslocaram-se em autocarros da MOBIcascais para assistir ao «Pinóquio: Uma Aventura Musical» – “Era uma vez um tronco de madeira que, certo dia foi oferecido a Gepetto, um velho carpinteiro amante de marionetas, que sempre sonhou ser pai”. Baseado no conto de Carlo Collodi, apresentado por Henrique Feist /  Artfeist no Casino Estoril. novembro/dezembro 2023 

A companhia de teatro “Papa Léguas” veio até ao auditório em IDEIA Outeiro fazer 2 sessões para as crianças mais crescidas de creche e as mais pequenas dos JIs:
«Corre corre cabacinha» – “A História da velha que foi ao casamento da filha e encontrou o lobo pelo caminho…”
«Histórias bem galhofeiras de Natal, Reis e Janeiras» – “De Natal, Reis e Janeiras, vamos armar uns enredos, de tudo o que aí se vive: o amor, a alegria… cantilenas e segredos para usar todos os dias. 11 + 12 de dezembro de 2023

As crianças dos CATLs e AAAFs (Tires, Matos Cheirinhos e Outeiro) passaram o seu 1.º dia de férias em Outeiro, com teatro de manhã e outras atividades e surpresas à tarde!
Assistiram ao espetáculo «Perdidos mas pouco!», da companhia “A Bolha – Teatro com Marionetas” “2 crianças perdem-se da família e começa uma GRANDE AVENTURA !…. com a ajuda de heróis especiais“. Esta vivência iniciou-se antes, em contexto de CATL, com a reserva de bilhetes e a receção de uma carta-vídeo, protagonizada por 2 dos heróis que integravam o elenco. No final do espetáculo as crianças que o desejaram, puderam ficar a conversar com os artistas e fazer todas as perguntas sobre a peça e o respetivo processo criativo. 21 de dezembro 2023



 

Visita ao CASAL SALOIO

…  no âmbito das saídas que a sala do Jogo Dramático realiza semanalmente à Comunidade, numa exploração e descoberta livres: ao comercio local, a conhecer pessoas, desfrutando de momentos de cultura e, usufruindo da natureza que nos rodeia.

O Centro de Interpretação do Espaço Rural de Cascais, instalado no Casal Saloio de Outeiro de Polima, foi inaugurado a 17 de março de 2023.
SAIBA + AQUI » 

Intercâmbio de jovens cascalenses e viseenses

No âmbito da geminação entre a Câmara Municipal de Cascais e a Câmara Municipal de Viseu, fomos convidados a participar no intercâmbio entre jovens de Cascais e Viseu envolvendo os Jovens em Ação do “Nosso Sonho” na comunidade de Matoscheirinhos, o grupo de jovens da Ecoludoteca de Cabeço de Mouro, e um grupo de jovens de uma instituição em Viseu.

Esta iniciativa promoveu a viagem dos jovens até Viseu entre os dias 1 a 4 de Setembro, assim como o acolhimento das jovens de Viseu em Cascais que decorreu no final da semana seguinte de 8 a 11 de Setembro.

No dia 11 de Setembro no salão nobre da CMC foi celebrado o acordo de geminação, “cidades amigas” entre os presidentes de ambas as autarquias, e os jovens foram convidados a deixarem o seu testemunho sobre este intercambio.

Discurso de Mileide Mendes Veiga (jovem do Espaço JA):

Senhores Presidentes das Câmaras, ilustres convidados e queridos amigos,

É com grande honra e emoção que hoje estou aqui, a representar os jovens de Cascais concretamente os Jovens em Ação da instituição Nosso Sonho na comunidade Matos Cheirinhos, para expressar a nossa profunda gratidão pela oportunidade que nos foi concedida de participar neste incrível intercâmbio cultural com a cidade de Viseu. Esta experiência foi verdadeiramente enriquecedora e transformadora para todos nós.
Desde o momento em que chegamos a Viseu e fomos calorosamente recebidos pelas jovens e descobrimos que, apesar das nossas diferenças, partilhamos muitos valores e aspirações semelhantes. Ao longo deste intercâmbio, tivemos a oportunidade de explorar e apreciar a riqueza da cultura de Viseu. A nossa estadia lá foi repleta de momentos inesquecíveis, desde a descoberta do património histórico da cidade de Viseu até à partilha de tradições gastronómicas.
Também tivemos a oportunidade de recebermos as jovens de Viseu aqui em Cascais e mostrar a nossa maravilhosa cidade e tentamos reproduzir a mesma energia positiva e calorosa que recebemos.
Esta experiência também nos deu a oportunidade de crescer pessoalmente, nos fez sair da zona de conforto, a sermos mais abertos e tolerantes, e a compreendermos que as diferenças são o que tornam o mundo tão interessante.
Gostaria também de expressar a nossa profunda gratidão à equipa organizadora deste projeto, aos monitores que nos acompanharam, às jovens e a todos aqueles que tornaram esta experiência possível.
Estamos ansiosos para um futuro repleto de projetos conjuntos e de amizades duradouras.
Muito obrigada a todos!

SIGA as ligações para + informação: Site Camara Municipal Viseu »  |  Site Camara Municipal Cascais »


 

Quartel dos Bombeiros Voluntários de Cascais

Turmas de 1º e 4º ano (1º CEB CEIDe IDEIA Tires
A visita de estudo realizou-se no dia 17 de janeiro 2020.
“Eu gostei de treinar com a mangueira” (J.C. 4.º ano)
“Descobrimos que existem três tipos de fatos: fato de emergência médica, fato de incêndios urbanos e fato de incêndios florestais” (R.G. 4.º ano)
“Eu gostei de vestir o fato de bombeiro” (M.P. 1º ano)
“Eu gostei muito de andar na carrinha dos bombeiros” (M.A. 1.º ano)

No âmbito do estudo dos temas “Primeiros Socorros” e “Prevenção de Incêndios” a turma do 4.º ano recebeu, no fim de novembro, a visita do bombeiro voluntário José Afonso que presta o seu voluntariado nos Bombeiros de Cascais. Após essa visita, os nossos alunos demonstraram vontade em conhecer melhor um quartel dos bombeiros e as suas viaturas. Por essa razão, deslocaram-se até ao Quartel dos Bombeiros de Cascais.
Esta visita foi também realizada pela turma do 1.º ano, no âmbito do estudo do tema “A Segurança do seu Corpo”.
De forma a sensibilizar os nossos alunos para uma melhor qualidade do ambiente e beneficiando do projeto de mobilidade implementado pela Câmara Municipal de Cascais, as turmas deslocaram-se até à paragem de autocarro e aguardaram pela chegada do autocarro 462 que os levaria até ao quartel.
A viagem foi divertida, pois para alguns era a primeira vez a andar de autocarro.
Ao chegar ao quartel, os alunos foram recebidos pelo bombeiro José Afonso e divididos em dois grupos para a realização da visita às instalações e viaturas.


 

Villa Romana de Freiria

Turmas de 4º ano (1º CEB Outeiro e CEIDe IDEIA Tires)
A visita de estudo realizou-se no dia 15 de janeiro, enquadrada nos temas de História de Portugal. Durante a visita, contámos com a presença do Doutor José d’Encarnação, que coordenou as escavações deste património e se dedicou às temáticas da presença romana em Portugal e à epigrafia latina. Foi muito interessante fazer esta viagem no tempo e saber mais sobre o modo de vida dos romanos!


CLIQUE na imagem para aumentar.

Alguns excertos dos registos sobre este dia, escritos pelos alunos:

– Aprendi que quando as letras estavam deitadas, estava escrito em itálico. Também aprendi que villa quer dizer casa em latim (C.R., IDEIA Outeiro)
– A “villa Romana. (..) era enorme e tinha sauna, piscina, muitas salas de estar, cozinha, celeiro, duas grandes casas, era tanta coisa, que já nem sei as outras divisórias.” (L.J., IDEIA Outeiro)
– O que mais gostei foi de aprender que aquele celeiro é considerado o maior da Península Ibérica (R.G. CEIDe)
– aprendi coisas estranhas que os romanos utilizavam (…) gatos à porta do celeiro para matar os ratos que lá entravam (L.J., IDEIA Outeiro)
– (…) a partir de cascas de ameijoa, eles descobriram a cozinha (L.N., IDEIA Outeiro)
– Aprendi que os Romanos lavavam as roupas num tanque e o que gostei mais foi quando o José nos mostrou o local onde era a sala de jantar (M.C., CEIDe)
– (…) encontraram uma pedra de anel que era cor de laranja e que parecia que era feita de âmbar e que estava lá desenhado um homem com um arco e flecha. (D.T., IDEIA Outeiro)
– O que eu gostei mais foi de ver os vestígios e imaginar como seria aquela quinta antigamente (B.V., CEIDe)
– Mas não teríamos percebido muita coisa se não fosse a maravilhosa ajuda de um arqueólogo chamado José d’Encarnação (T., IDEIA Outeiro)
– O Doutor José d´Encarnação é o melhor guia de sempre! (L.J. IDEIA Outeiro)
– O Doutor José da Encarnação foi o historiador que nos guiou nesta visita. Ele foi muito simpático porque respondeu a todas as perguntas e explicou muito bem, de forma a nós percebermos bem. Quero agradecer à escola e ao Doutor José d’Encarnação por termos feito esta visita e ficarmos com estes conhecimentos (M.C. IDEIA Outeiro)


 

Quem era Sophia?

Texto escrito por Beatriz G. e Mariana C. (Alunas do 4.º ano, 1º CEB Tires):
«No dia 11 de novembro, as turmas do 2.º e 4.º anos de Tires foram à biblioteca de São Domingos de Rana assistir a uma leitura encenada da obra “Quem era Sophia?”, promovida pela editora Pato Lógico. Este livro falava da vida de Sophia de Mello Breyner Andresen, os locais onde morou, as suas vivências e tudo aquilo que, mais tarde, iria inspirar os seus livros.Depois de ouvirmos a história sobre a Sophia, a contadora de histórias desafiou-nos a realizar uma atividade, que consistia em preencher um “contentor” com aspetos relacionados com a Sophia e a sua vida.
A propósito desta atividade, os alunos do 2.º ano trouxeram livros da autoria de Sophia de Mello Breyner para ler em sala e o Miguel (2.º ano) trouxe um livro muito especial que irá servir de inspiração para um trabalho realizado pelas duas turmas a partir da obra “A Floresta”, que estamos a ler todos os dias de manhã, em conjunto.»
A Exposição esteve patente na Biblioteca São Domingos de Rana de 6 NOV 2019 a 21 FEV 2020

Comemorando o centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, a obra homónima «Quem era Sophia?» serviu de mote à realização desta exposição, que também integra algumas das criações que surgiram da exploração e vivência da obra ‘A menina do mar’ pelas crianças do CATL IDEIA Outeiro, convidando quem a visita, a mergulhar no mundo das monotipias e de outras formas de expressão. Tem ainda patente alguns registos sobre a encenação de mais duas outras obras de literatura infanto-juvenil da autora, e que aconteceram na «V Edição dos Contos Sobem ao Palco».
Recorde AQUI alguns momentos da edição dos CONTOS,
ou do dia da INAUGURAÇÃO (6NOV).»»

 


 

Passeio das CRECHES

Quinta Pedagógica dos Olivais

Foi um dia de verão muito bem passado para os meninos das três salas XL das creches (IDEIA Tires, IDEIA Outeiro e O Nosso Sonho Matoscheirinhos), que adoraram ver os animais de perto de lhes dar comida.

– “Foi divertido, gostei tanto do cavalo, era branco” (David, 3 anos)
– “Fiz piquenique com os amigos, vi os animais” (Caetana, 3 anos)
– “Os animais eram fofinhos” (Lara, 3 anos)
– “O autocarro era grande, a Carolina gostou de passear” (Carolina, 3 anos)

O pic-nic foi para eles também uma maneira diferente de fazer uma refeição.
«Alguns até perguntaram pela – “SOPA?”. Chegámos à escola muito divertidos e cansados pois nesse dia não houve sesta, fechámos os olhos durante a viagem no autocarro a caminho da escola.»

Acantonamento em Óbidos

 (01 a 03 JUL17) INTERCÂMBIO:
DIIS grupo jovens Trajouce // CATL 2º e 3º ciclo Espaço JA – Espaço JA Matoscheirinhos

O projeto Jovens em Ação continua a ir além do bairro, por isso este ano, estreitou relação com as crianças e jovens da comunidade de Trajouce e em articulação com a Loja Geração C da CMC, realizou alguns encontros conjuntos. Vários intercâmbios depois, destacamos o ACANTONAMENTO no Parque Aventura em Óbidos, que proporcionou a todos uma experiência única e diferente, culminando desta forma um ano rico em aprendizagens e descobertas.

Desfrutaram de três dias no Parque e exploraram a vila Medieval de Óbidos através de um peddy paper, que lhes permitiu ficar a conhecer muito da sua história.
«Realizámos diferentes atividades radicais que nunca tínhamos feito, entre elas explorar uma mina subterrânea que colocou à prova a nossa coragem, valentia e espirito de equipa. Gostámos de conviver com os nossos amigos de Trajouce e criámos em conjunto um ambiente tranquilo, animado e de festa.»

 


No decorrer dos encontros realizados, o grupo JA dinamizou diferentes atividades e jogos de cooperação (Jardim de Trajouce) e sessão de Risoterapia no ginásio da EB Rómulo de Carvalho.
«Foram momentos especiais e vividos com muito entusiasmo por todos.
Criaram-se laços e novas amizades. Fica a vontade de novos encontros para o próximo ano!»