Arquivo da Categoria: Comunicado JI

Famílias CEI O Nosso Sonho Matoscheirinhos

A.L.20-21_COMUNICADO nº1 

Estimadas famílias

Tendo em conta a necessidade de nos mantermos em funcionamento evitando encerrar alguma sala ou mesmo valência por isolamento profilático no contexto epidemiológico que ainda estamos a viver, e assim corresponder também às necessidades das famílias manterem os filhos nos jardins-de-infância, revela-se indispensável reajustar e organizar o próximo ano letivo, nomeadamente ao nível do espaço, dos grupos e dinâmica dos jardins-de-infância.

Foram definidas pela direção técnica e pedagógica algumas medidas excecionais e temporárias, que visam promover as condições necessárias para minimizar os riscos para os utentes, famílias e equipa pedagógica e garantir o cumprimento das normas estabelecidas pela DGESTE/DGE/DGS no documento Orientações para o ano letivo 2020/2021, bem como a adenda ao nosso plano de contingência* dos jardins-de-infância disponível na página.

As alterações na organização do ambiente educativo dos jardins-de-infância vão garantir a continuidade dos Princípios Educativos da Instituição, que coloca a criança no centro do processo educativo privilegiando a responsabilidade, a autonomia e a liberdade de escolha e as salas pensadas de forma a garantir as mesmas oportunidades de aprendizagem e experimentação vividas anteriormente, tendo como principal objetivo o bem-estar da criança assim como o seu desenvolvimento sócio emocional, cognitivo, físico-motor e estético.

Neste sentido, no próximo ano teremos 3 salas de referência que mantêm a mesma denominação correspondentes a 3 grupos de referência, organizados de forma heterogénea (em termos de idade). As crianças vão estar temporariamente organizadas em grupo e por sala, farão a escolha das áreas e não das salas. Os grupos serão em breve afixados na valência respetiva, assim como o nome dos profissionais afetos a cada grupo.

Contamos receber as crianças no dia 1 de Setembro já com a nova organização e dinâmica, sendo este ano, a transição de utentes para as valências efetuada excecionalmente entre o dia 28 e 31 de agosto.

Dado que os materiais deverão ser para uso individual pedimos às famílias que nos tragam no início do ano:

– dossier de lombada larga, 2 furos e capa lisa (cor à escolha)
– 6 separadores de cartolina (para o portfolio) – Caso não tenha do ano anterior
– caixa de lápis de cor (preferencialmente grossos)
– marcadores de feltro (preferencialmente grossos)
– caixa de lápis de cera grossos
– 1 tesoura
– 1 lápis de carvão
– 1 muda de roupa adequada à estação
– 1 boné / chapéu
– 1 garrafa de água / cantil
– um calçado confortável para uso apenas no Jardim de Infância
– umas sapatilhas para a prática de Educação Física
– 1 bibe em tecido c/ mangas sem identificação (crianças que transitem da creche p/ JI e crianças novas) a ser usado apenas nas áreas onde se sujam.

Os materiais devem ser entregues dentro de uma caixa de sapatos (tamanho de criança) e vir identificados.

A circulação de famílias continuará condicionada, sem acesso as salas de atividade, mas será alargado o perímetro até aos corredores/ Hall de entrada ou recreio coberto quando existir e dependendo das condições físicas de cada jardim-de-infância / valência.

Os tempos pedem-nos alguns reajustes e alterações, contando que o essencial do nosso projeto institucional, assim como os princípios educativos permanecem e é neste sentido que também contamos com as famílias enquanto primeiros responsáveis na educação dos filhos que contarão com a nossa sempre empenhada cooperação.

NOTA: Aproveitamos para informar que a comparticipações / mensalidades das crianças novas, muito poucas em jardim-de-infância estarão a pagamento em setembro e que os já nossos utentes no ano letivo anterior quer de creche quer de jardim-de-infância mantêm os mesmo valores até outubro conforme já informado mas poderão proceder ao pagamento até ao dia 10 de setembro próximo.

A direção técnica e pedagógica

Famílias CEID´Outeiro IDEIA

A.L.20-21_COMUNICADO nº1

Estimadas famílias

Tendo em conta a necessidade de nos mantermos em funcionamento evitando encerrar alguma sala ou mesmo valência por isolamento profilático no contexto epidemiológico que ainda estamos a viver, e assim corresponder também às necessidades das famílias manterem os filhos nos jardins-de-infância, revela-se indispensável reajustar e organizar o próximo ano letivo, nomeadamente ao nível do espaço, dos grupos e dinâmica dos jardins-de-infância.

Foram definidas pela direção técnica e pedagógica algumas medidas excecionais e temporárias, que visam promover as condições necessárias para minimizar os riscos para os utentes, famílias e equipa pedagógica e garantir o cumprimento das normas estabelecidas pela DGESTE/DGE/DGS no documento Orientações para o ano letivo 2020/2021, bem como a adenda ao nosso plano de contingência* dos jardins-de-infância disponível na página.

As alterações na organização do ambiente educativo dos jardins-de-infância vão garantir a continuidade dos Princípios Educativos da Instituição, que coloca a criança no centro do processo educativo privilegiando a responsabilidade, a autonomia e a liberdade de escolha e as salas pensadas de forma a garantir as mesmas oportunidades de aprendizagem e experimentação vividas anteriormente, tendo como principal objetivo o bem-estar da criança assim como o seu desenvolvimento sócio emocional, cognitivo, físico-motor e estético.

Neste sentido, no próximo ano teremos 4 salas de referência que mantêm a mesma denominação correspondentes a 4 grupos de referência, organizados de forma heterogénea (em termos de idade). As crianças vão estar temporariamente organizadas em grupo e por sala, farão a escolha das áreas e não das salas. Os grupos serão em breve afixados na valência com os adultos de referência respetivos.

Contamos receber as crianças no dia 1 de Setembro já com a nova organização e dinâmica, sendo este ano, a transição de utentes para as valências efetuada excecionalmente entre o dia 28 e 31 de agosto.

Dado que os materiais deverão ser para uso individual pedimos às famílias que nos tragam no início do ano:

– dossier de lombada larga, 2 furos e capa lisa (cor à escolha)
– 6 separadores de cartolina (para o portfolio)
– caixa de lápis de cor (preferencialmente grossos)
– marcadores de feltro (preferencialmente grossos)
– caixa de lápis de cera grossos
– 1 tesoura
-1 lápis de carvão
– 1 muda de roupa adequada à estação
– 1 boné / chapéu
– 1 garrafa de água / cantil
– um calçado confortável para uso apenas no Jardim de Infância
– umas sapatilhas para a prática de Educação Física
– 1 bibe em tecido c/ mangas sem identificação (crianças que transitem da creche p/ JI e crianças novas) para ser usados nas áreas onde se sujam mais.

Os materiais devem ser entregues dentro de uma caixa de sapatos (tamanho de criança) e vir identificados.

A circulação de famílias continuará condicionada, sem acesso as salas de atividade, mas será alargado o perímetro até aos corredores/ Hall de entrada ou recreio coberto quando existir e dependendo das condições físicas de cada jardim-de-infância / valência.

Os tempos pedem-nos alguns reajustes e alterações, contando que o essencial do nosso projeto institucional, assim como os princípios educativos permanecem e é neste sentido que também contamos com as famílias enquanto primeiros responsáveis na educação dos filhos que contarão com a nossa sempre empenhada cooperação.

NOTA: Aproveitamos para informar que a comparticipações / mensalidades das crianças novas, muito poucas em jardim-de-infância estarão a pagamento em setembro e que os já nossos utentes no ano letivo anterior quer de creche quer de jardim-de-infância mantêm os mesmo valores até outubro conforme já informado mas poderão proceder ao pagamento até ao dia 10 de setembro próximo.

A direção técnica e pedagógica

Famílias CEIDe IDEIA Tires

A.L.20-21_COMUNICADO nº1

Estimadas famílias

Tendo em conta a necessidade de nos mantermos em funcionamento evitando encerrar alguma sala ou mesmo valência, por isolamento profilático no contexto epidemiológico que ainda estamos a viver, e assim corresponder também às necessidades das famílias manterem os filhos nos jardins-de-infância, revela-se indispensável reajustar e organizar o próximo ano letivo, nomeadamente ao nível do espaço, dos grupos e dinâmica dos jardins-de-infância.

Foram definidas pela direção técnica e pedagógica algumas medidas excecionais e temporárias, que visam promover as condições necessárias para minimizar os riscos para os utentes, famílias e equipa pedagógica e garantir o cumprimento das normas estabelecidas pela DGESTE/DGE/DGS no documento Orientações para o ano letivo 2020/2021, bem como a adenda ao nosso plano de contingência* dos jardins-de-infância disponível na página.

As alterações na organização do ambiente educativo dos jardins-de-infância vão garantir a continuidade dos Princípios Educativos da Instituição, que coloca a criança no centro do processo educativo privilegiando a responsabilidade, a autonomia e a liberdade de escolha e as salas pensadas de forma a garantir as mesmas oportunidades de aprendizagem e experimentação vividas anteriormente, tendo como principal objetivo o bem-estar da criança, assim como o seu desenvolvimento sócio emocional, cognitivo, físico-motor e estético.

Neste sentido, no próximo ano teremos 4 salas de referência que mantêm a mesma denominação correspondentes a 4 grupos de referência. As crianças vão estar organizadas em grupo e por sala, farão a escolha das áreas e não das salas. Os grupos serão em breve afixados na valência respetiva, assim como o nome dos profissionais afetos a cada grupo.

Contamos receber as crianças no dia 1 de Setembro já com a nova organização e dinâmica, sendo este ano, a transição de utentes para as valências efetuada excecionalmente entre o dia 28 e 31 de agosto.

Dado que os materiais mais vulneráveis deverão ser para uso individual pedimos às famílias que nos tragam no início do ano:

– dossier de lombada larga, 2 furos e capa lisa (cor à escolha)
– 6 separadores de cartolina (para o portfolio) –  Caso não tenha do ano anterior
– caixa de lápis de cor (preferencialmente grossos)
– marcadores de feltro (preferencialmente grossos)
– caixa de lápis de cera grossos
– 1 tesoura
– 1 lápis de carvão
– 1 muda de roupa adequada à estação
– 1 boné / chapéu
– 1 garrafa de água / cantil
– um calçado confortável para uso apenas no Jardim de Infância
– umas sapatilhas para a prática de Educação Física
– 1 bibe em tecido c/ mangas sem identificação (crianças que transitem da creche p/ JI e crianças novas) a ser usado apenas nas áreas onde se sujam.

Os materiais devem ser entregues dentro de uma caixa de sapatos (tamanho de criança) e vir identificados.

A circulação de famílias continuará condicionada, sem acesso as salas de atividade, mas será alargado o perímetro até aos corredores/ Hall de entrada ou recreio coberto quando existir e dependendo das condições físicas de cada jardim-de-infância / valência.

Os tempos pedem-nos alguns reajustes e alterações, contando que o essencial do nosso projeto institucional, assim como os princípios educativos permanecem e é neste sentido que também contamos com as famílias enquanto primeiros responsáveis na educação dos filhos que contarão com a nossa sempre empenhada cooperação.

NOTA: Aproveitamos para informar que a comparticipações / mensalidades das crianças novas, muito poucas em jardim-de-infância estarão a pagamento em setembro e que os já nossos utentes no ano letivo anterior quer de creche quer de jardim-de-infância mantêm os mesmo valores até outubro conforme já informado mas poderão proceder ao pagamento até ao dia 10 de setembro próximo.

A direção técnica e pedagógica