Ser livre é…

Poder brincar,
poder falar com as pessoas e conviver,
fazer o que queremos,
viajar para outros países com amigos,
explorar outros lugares,
poder ler o que quisermos
e trabalhar como queremos.
Poder sonhar, pintar e desenhar,
cantar, dançar
e ajudar os outros quando queremos.
Não ter guerra.
Poder dar abraços e beijinhos.
É poder cheirar as flores
e visitar amigos.
Poder escolher
e dizer o que quisermos.
É poder ver o céu,
poder seguir os sonhos,
voar… e poder imaginar um mundo novo.

Texto coletivo a partir de uma conversa sobre o dia da liberdade.
Sala Intelectual, Abril 2022

Pesquisa: O falcão tem predadores?

Depois da comunicação do projeto dos pirilampos enquanto conversávamos em grupo sobre alguns animais, a Nádia disse: O falcão não tem predadores! Nem todos no grupo concordaram, a Nádia propôs-se para ir pesquisar e a Maria ofereceu-se para a ajudar na pesquisa:
O Falcão tem predadores?
O Falcão é um pássaro, uma ave. (Nádia)  |  O falcão vive em muitos ambientes: eles vivem em florestas, desertos, pastagens e cidades. (Nádia)  |  O falcão alimenta-se de animais roedores (ratos, esquilos), pássaros, rãs, peixes e serpentes. (Nádia)  |  O falcão tem garras afiadas e um bico curvo; ele vê muito bem. (Maria Rosa)  |  O falcão gosta de voar para os desertos, para as montanhas e penhascos. (Maria Rosa)  |  O homem é um dos principais predadores do falcão junto com os lobos. (Nádia)  |   A águia e as corujas podem caçar pequenas espécies de falcões.(Maria Rosa)  |  O falcão tem uma função muito importante nos aeroportos, ele afasta as aves para elas não baterem contra o avião.(Maria Rosa)

O que aprendemos com a comunicação desta pesquisa:
– Eu aprendi que os falcões protegem os aviões e as aves e que também voam muito rápido e muito alto. (Pedro)
– Que os falcões conseguem ajudar os outros tipos de aves a desviarem-se dos aviões. (Gonçalo)
Que os predadores do falcão são o Homem e o lobo. (Mariana L.)
Eu aprendi que os falcões são aves. (Carminho)
Os falcões vivem em vários sítios, no deserto, nas cidades. (Francisco)
Aprendi que os falcões têm unhas muito afiadas e um bico muito curvo e veem muito bem. (Gonçalo)

AL21-22 PROJETO Sala Intelectual (CEID´Outeiro)


 

Fome no dia da alimentação

OUT-NOV2021 1ºCEB + J.I. da IDEIA Outeiro
A propósito da semana da alimentação, 4 alunos do 3º ano (turma do Trombinhas) realizaram um pequeno trabalho acerca da fome no mundo e apresentaram-no nas 4 turmas de Outeiro. Alertaram assim para a escassez de alimentos versus desperdício alimentar, fazendo chegar a quem menos tem, algumas refeições. Surgiu então a ideia, por sugestão das turmas do 2º e 4º ano, de realizar uma campanha de recolha de alimentos.

A maior parte da recolha tem como destino a Associação CASA Centro de Apoio ao Sem Abrigo na Abóboda (vidé troca solidária de 2020), e outra para integrar os cabazes que a IDEIA distribui pelo Natal a famílias mais carenciadas. Deslocaram-se à associação para a entrega dos alimentos um grupo de alunos e crianças das 4 turmas e do jardim de Infância (salas: intelectual, jogo dramático e expressões).
Agradecemos a todas as famílias que contribuíram para este projeto, ajudando-nos também a assinalar de forma significativa o dia da alimentação!


 

Atelier da natureza

A nossa sala (de Transição) transformou-se…

Fomos ao ECOparque fazer descobertas, explorações sensoriais e “cozinhas de lama”. Na conversa de grande grupo surgiu a ideia de fazermos um atelier na sala. Fomos então desafiar as nossas famílias para numa aventura ao ar livre recolhermos mais e variados materiais – pinhas, galhos, folhas, bugalhos, etc. Chegou então o dia em que criámos e demos vida ao nosso “atelier da natureza” !

Algumas crianças mais crescidas das outras salas também quiseram juntar-se ao nosso atelier numa perspetiva de partilha, interajuda e crescimento social.

  A.L 21-22, J.I. CEID´Outeiro IDEIA (Sala de Transição)


Ano letivo 2021 / 2022

COMUNICADO nº 2  Ano Letivo 2021/2022 (J.I.s Tires, Outeiro e Matosheirinhos)

Estamos no início de mais um ano letivo que com certeza será repleto de afetos, aprendizagens, aventuras, descobertas e muitas brincadeiras.
Este ano as crianças deixam de estar em bolha e está salvaguardada a interação entre crianças de idades diferentes que tanto defendemos e acreditamos trazer oportunidades e benefícios para todos.
Voltaremos ao nosso projeto de escolha livre, mas com algumas alterações, serão 3 grupos de referência, em vez de dois e, a escolha das salas será realizada uma vez por dia no período da manhã, durante o qual as crianças poderão experienciar diferentes atividades de acordo com os objetivos de cada sala que as diferencia permitindo de novo múltiplas interações, que em termos de desenvolvimento global enriquece a atividade pedagógica e as crianças no seu conjunto, quer pertençam ao jogo dramático, à intelectual ou às expressões.
No período da tarde, o grupo de referência voltará a reunir-se e permanecerá na sua sala. Será um tempo no qual se pretende potenciar outro tipo de trabalho e relação, privilegiando e assegurando de igual forma os valores da instituição: a participação, autonomia, responsabilidade e livre escolha, mas num sentido mais global do desenvolvimento e articulação das áreas curriculares.
Podem consultar abaixo, os grupos de cada sala de referência que estão definidos segundo critério de idade. As salas de transição (Tires e Outeiro), mantêm o seu grupo de referência com crianças com 3 anos ou quase, sem escolha devido ao facto de serem os mais pequenos e precisarem de sesta até ao início da primavera.
Na expetativa de que possamos trabalhar o ano todo presencialmente, alertamos para a necessidade de se manterem regras de higiene e segurança, mas os pais podem, com máscara, aceder até à entrada das salas, procurando permanecer o menos tempo possível. Os profissionais da instituição estão todos vacinados com as duas doses e usarão mascara no acolhimento com as famílias, no entanto tendo em vista o superior interesse das crianças e na medida do razoável, comunicarão sem máscara com as crianças (lembramos que em estudos recentes se estima um atraso de cerca de 6 meses na aquisição e desenvolvimento da linguagem das crianças, durante este período de dois anos a vivermos em pandemia.

Contem connosco, contaremos com as famílias e em partilha, tolerância e compreensão, conseguiremos que este ano seja mais gratificante para todos.

A direção técnica e pedagógica


Um dia na Quinta…!

As crianças do j.i. CEID´Outeiro IDEIA, deram início a este Programa “Um dia na Quinta …! “ em que os objetivos passam por participar nas atividades relacionadas com a Horta Pedagógica: compostagem, plantar vegetais e semear alfobres,… e ainda dar de comer às galinhas e patos na Quinta dos Animais que cá temos!
Esta iniciativa partiu de interesses e projetos trabalhados em sala – tal como A passos com a Natureza, e também da colaboração da Cascais Ambiente que partilhou, numa visita à IDEIAOuteiro, o Projeto Horta nas Escolas. Os meninos contam com uma mãozinha da equipa dos serviços.


 

Horta na Escola… da IDEIA

Em dezembro, o Miguel da Cascais Ambiente veio até Outeiro para nos dar a conhecer o Projeto Horta nas Escolas (Sala J.D. CEID´Outeiro e 1º CEB 3º ano).
Através deste projeto, vamos implementar agricultura biológica na nossa horta!
A agricultura biológica promove uma maior consciência e responsabilidade ambiental. Para além disto, vamos explorar a tarefa de plantar e semear culturas e de cuidar delas até que possamos integrá-las na nossa alimentação. Saiba + AQUI » (site CMC)

Em novembro o jardim de infância visitou uma horta comunitária, também com a colaboração da Cascais Ambiente. Saiba + AQUI » (PROJETO: A passos com a Natureza / Visita à horta Comunitária de Outeiro Polima)


 

A passos com a Natureza

Todas as semanas saímos e respiramos ar puro.,. tiramos partido do nosso meio envolvente natural…brincamos e interagimos com natureza! (CEID´Outeiro IDEIA, S.J.D.)

“É necessário e saudável que voltemos o olhar para a terra e que, na contemplação da sua beleza, nos encontremos com a curiosidade e a humildade”  RACHEL CARSON, cit por Catherine L´Ecuyer

» Pintura com elementos naturais
“A natureza é uma das primeiras janelas de curiosidade da criança” CATHERINE L´ECUYER, Educar na curiosidade

» POEMA “Sei um ninho “ Encontrámos um ninho e aprendemos o poema de Miguel Torga…

» Visita à horta Comunitária de Outeiro Polima

O Ricardo quis partilhar com o grupo que tem uma horta e surgiu a ideia de visitar a sua parcela na Horta comunitária de Outeiro Polima e assim promover o contacto com a terra e a agricultura.
Observámos diferentes vegetais, descobrimos algumas curiosidades e ampliámos saberes para cuidar de uma horta. Cheirámos, tocámos, experimentámos e ainda semeámos!!!

Acompanharam-nos o pai do Ricardo, e também a Cascais Ambiente (responsáveis pelas hortas comunitárias do concelho e do projeto das hortas nas escolas.
Falámos sobre a agricultura biológica para promover uma maior consciência e responsabilidade ambiental.


 

A pensar no dia da Mãe

… que esperamos ter sido passado em família, com muita saúde e amor, partilhamos com TODAS as famílias um momento que acontece agora semanalmente por videoconferência,
com a participação das equipas e crianças do jardim de Infância, onde pretendemos acompanhar, manter o contacto, a memória coletiva do espaço tempo do jardim de infância, cuidar de alimentar as relações cortadas à força pelo vírus. (…), vamos “manter o jardim de infância aberto online para intensificar afetos… (LER MAIS em Videoconferências JI AQUI »»)

Partilhamos ainda três atividades que foram sugeridas durante uma videoconferencia do J.I. CEID´Outeiro IDEIA, mas que podem aproveitar para outro dia igualmente especial!
“Vamos escrever (…) com objetos e brinquedos” / “Coração em origami” / “Experiência: Flôr que abre na água!”

. .